Notícias

Compartilhar no Facebook

COLÔNIA Z-16

Pescadores conhecem versão final do projeto para Balneário

Pescadores concordaram com projeto e a CES poderá dar andamento a contratação da empresa que executará a obra

09 de Março de 2017

Projeto tem mais de 1,4 mil m² de área construída (foto: Assessoria de Imprensa)

A CES apresentou a versão final do projeto executivo para construção de um balneário e estrutura de apoio que atenderão aos pescadores da Colônia Z-16. O encontro foi realizado no último dia 24, em Sinop, e os pescadores acordaram com a proposta da CES, de maneira que agora a Concessionária da UHE Sinop poderá dar andamento ao processo de contratação da empresa que executará as obras civis e liberação das licenças necessárias.

O Balneário será construído em uma propriedade rural ao lado da Ponte Davilândia, localizada às margens do rio Teles Pires, a cerca de 20 km de Sinop. Ao todo, serão 3,6 mil m² de área construída em um espaço de quase quatro hectares, sendo que o Balneário terá restaurante, piscinas, quiosques, sanitários, mirante, mini campo de futebol, playground e redário. Já o bloco para apoio aos pescadores terá despensa para equipamentos e materiais, área de recepção e limpeza do pescado, fábrica de gelo, câmaras frias, box para comercialização de pescado e seus subprodutos, área para embalagem dos produtos, tanque para iscas vivas, minhocário, mini oficina de manutenção de barcos e equipamentos, além de uma casa para zeladoria.

Além dessa estrutura, a CES também atende os pescadores da Colônia Z-16 com capacitações técnicas ministradas pelo Sebrae, afim de construir um Plano de Desenvolvimento para o grupo de forma a propiciar uma consciência coletiva quanto aos aspectos de governança, poder, cooperação, gestão, relações familiares no trabalho e uma visão de futuro de modelos de negócios. Estas ações atendem aos Programas de Recomposição das Áreas de Turismo e Lazer e de Recomposição da Atividade de Pesca da UHE Sinop.

Assessoria de Imprensa